Digite para procurar

Nandx_Rejected: Eu sei o que vocês fizeram no verão passado!

Compartilhar

Um perfil no Twitter tem tirado o sono de famosos que estufam o peito para julgar quem sai de casa durante a pandemia, mas curtem praias e festas escondidos. Com uma ascensão meteórica, @Nandx_rejected* não perdoa ninguém: artistas, jornalistas e subcelebridades da internet são os “alvos” preferidos desse perfil.

Os tuítes bem humorados não são exatamente bem recebidos por esse pessoal. Um exemplo é o caso da jornalista Rachel Sheherazade que ameaçou Nandx de processo. Mas no caso da atriz Bruna Marquezine, que  também foi pega na mentira, acabou com um pedido de desculpas forçado. Bruna disse que estava em sua casa chorando por causa do seu pai que estaria com Covid-19, mas na verdade curtia na praia com amigas famosas. Se você está perdido e não entendeu nada clique aqui .

Batemos um divertido papo com Nandx e apresentamos a mais nova lenda da internet brasileira:

Primeiro de tudo. Quem é você, Nandx?
Bom, eu sou um cidadão como outro qualquer, que decidiu criar um perfil anônimo no Twitter pra me atualizar dos acontecimentos. Quando eu entrei no site, em 2016, o meu perfil era normal (usava nome, foto minha sem exposição e debatia com as pessoas normalmente). À medida que eu comecei a debater com outros perfis, majoritamente de esquerda, fui percebendo que eles sempre usavam os mesmos argumentos e tentativas de descredibilizar os outros pra sair por cima e encerrar o debate. Isso fez com que eu começasse a usar as mesmas “armas” de debate deles… Acusar de racismo, transfobia, machismo… Só que eu me matava rir fazendo isso e percebia que eles não conseguiam sair dessa sinuca de bico quando eu usava esse tipo de argumento. Então, eu comecei a desenvolver isso cada vez mais e isso foi construindo o Nandx que existe hoje.

O que você faz da vida? E o que curte fazer nas horas vagas?
No meu dia a dia eu trabalho, faço academia, estudo, gosto bastante de ler e nas horas vagas eu tento entrar no twitter pra continuar postando. Gosto bastante de esportes, praia, cinema… Só restringi bastante durante a pandemia, mas não deixo de fazer.

Por que decidiu expôr a “hipocrisie” dos militantes?
Na verdade isso é algo que eu sempre fiz nos meus perfis. Dessa vez começou a tomar dimensões maiores porque estou mexendo com perfis de pessoas que tem um alcance muito grande, como artistas em geral. Mas a ideia da exposição dos artistas começou quando eu comecei a reparar que saiam notícias deles em portais indo à praia, restaurantes, viajando… E quando eu entrava no twitter, estava o dito cujo militando que ninguém respeitava o isolamento, mandando as pessoas ficarem em casa, que eram negacionistas, genocidas… Eu só comecei a juntar a notícia e a militância da pessoa e a cobrar publicamente coerência entre o discurso e a prática.

Qual foi o caso que mais te chamou a atenção?
Foi o da Rachel Sheherazade. Primeiro porque assim que ela viu meu tuíte ela me acusou de cometer vários crimes, como exposição de menores (sendo que cobri o rosto do filho dela, diferente dela que expôs no Instagram), usar as fotos públicas que ela postou sem autorização, entre outras coisas. Depois porque ela fez um tuíte pedindo pra denunciar meu perfil porque eu estava expondo imagens sem autorização e “expondo a ódio gratuito” os filhos dela. Além de ameaçar de processo, inclusive vindo na minha DM.

Qual foi sua reação com o caso da Marquezine?
Como eu já citei vários artistas no twitter, a minha reação fica dentro de uma expectativa da pessoa responder (e eu replicar), ela me ignorar ou me bloquear. Só que foram tantas pessoas cobrá-la pela mentira, que ela chegou a responder mais uns 2 tuítes e depois apagou o tuíte que eu havia citado e um pouco depois desativou. Eu não esperava, mas cheguei até a comentar na hora que ela ia esperar a poeira baixar pra voltar, o que não demorou nem 3 horas.

Como está sendo a sua reação diante da proporção que o negócio tomou?
Eu já esperava que a repercussão fosse grande porque estou mexendo com artistas, mas não achei que fosse tomar uma proporção tão maior. E essa dimensão só está acontecendo devido as reações dos próprios artistas. Os que bloqueiam, sabem que estão errados e não querem dar satisfação. Os que respondem geralmente inventam desculpas tão esfarrapadas ou mentem que as pessoas acabam se divertindo com a minha resposta refutando. E tem os que transformam em uma cena e aproveitam pra fazer o papel de vítima perseguida, e são os que geralmente geram mais repercussão.

Quais os seus planos daqui pra frente?
Pretendo continuar expondo todos que conseguir, até twitter derrubar novamente a minha conta (risos). Já perdi 42 contas, então eles sempre vão dar um jeito de sabotar.
Vários seguidores me mandam mensagens dizendo que pararam de seguir “do nada”. Então, por enquanto, é esse o jeito que estão “garfando” a minha conta.

O que você tem a dizer sobre essa acusações de ser “perseguidore”?
Intriga dos hipócritas hahaha. Eu não tenho problema com o que a pessoa faz ou deixa de fazer da vida dela. Minha questão é só com quem fica militando na internet e na vida real não segue o que prega. Inclusive, já vi perfis de várias celebridades que viajaram, fui olhar se militavam e não encontrei nada, e vida que segue. Se a pessoa é coerente com o próprio discurso, não tenho motivo pra postar. Meu problema é só com militantes hipócritas.

Última. Mande aqui um recade pros seus fãs e pros “inimigues”.
Pra quem me segue: meu perfil é só um voz do que muita gente quer falar e não pode ou não têm alcance pra isso. Espero continuar contribuindo da maneira que posso. E quem quiser mandar sugestões, minha DM é aberta. Sintam-se à vontade. Pros “inimigues”: eu sei que é exigir muito da classe artística e que eles precisam sinalizar virtude pra manter uma imagem pros seus seguidores, mas coerência e dignidade não se compram. Seus seguidores podem gostar de vocês pelo que são, não pelo que vocês mostram ser. Prefira ser real e digno do que mascarado e hipócrita. Quem sabe na segunda hipótese eu não ajude a abrir os olhos dos seus seguidores e eles descubram da pior maneira quem vocês são de verdade.

*A pessoa que administra o perfil não quis se identificar, e nós respeitamos esse pedido.

Assuntos:

Recomendações de leitura